Economia /

Sexta-feira, 13 de Abril de 2018, 13h:28

A | A | A

Convocados pelo INSS têm até esta sexta-feira para agendar perícia médica

Divulgação Segundo o MDS, a meta do INSS é revisar até o final de 2018 mais de 1,2 milhão de benefícios concedidos Os 94 mil beneficiários...


Imagem de Capa

Brasil Econômico

Segundo o MDS, a meta do INSS é revisar até o final de 2018 mais de 1,2 milhão de benefícios concedidos
Divulgação
Segundo o MDS, a meta do INSS é revisar até o final de 2018 mais de 1,2 milhão de benefícios concedidos

Os 94 mil beneficiários convocados no fim de março pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) têm até esta sexta-feira (13) para agendar a perícia médica de revisão do auxílio-doença e da aposentadoria por invalidez.

Leia também: Projeto que libera FGTS a quem pede demissão é aprovado, mas governo quer barrar

No primeiro dia de março, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) enviou cartas de convocação para os beneficiários de auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem passar por uma perícia médica do INSS e para os aposentados por invalidez com menos de 60 anos.

Entretanto, não foram todos que receberam o documento em casa, já que houve ocorrências de não conclusão da entrega. E são justamente  essas pessoas que devem marcar até hoje a revisão o benefício. Para agendar a perícia médica, basta ligar na central de atendimento, no número 135.

Leia também: Tem dinheiro no Tesouro Direto? Saiba declarar este e outros investimentos no IR

Pente-fino

Em 2016, o governo federal começou uma série de reavaliações sobre os assegurados dos benefícios. Nessa primeira fase, cerca de 280 mil perícias de auxílio-doença e 10 mil de aposentadoria por invalidez foram feitas.

De acordo com o MDS, ao todo, devem passar pelo pente-fino 1,5 milhão de pessoas, sendo que, para este ano, a meta é revisar 1,2 milhão de beneficiários.

Nova convocação

Na última quinta-feira (12), cerca de 150 mil beneficiários  que não foram encontrados por carta ou não responderam ao chamado também foram convocados para agendar uma perícia médica até o dia 4 de maio. Na segunda etapa, iniciada em março de 2018, aproximadamente 190 mil perícias foram realizadas.

Desde o começo do projeto, pelo menos 36.970 auxílios-doença e 43.009 aposentadorias por invalidez foram cancelados até o dia 10 de abril.

Leia também: Salário mínimo deve ser de R$ 1.002 a partir de 2019; aumento será de 5%

Vale destacar que caso a perícia não seja marcada, o pagamento será suspenso até o convocado regularizar sua situação perante o INSS . A partir da suspensão, o beneficiário tem até 60 dias para marcar o exame médico.

*Com informações da Agência Brasil

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.