carros /

Sexta-feira, 16 de Junho de 2017, 14h:00

A | A | A

Kawasaki Ninja 1000 é modelo esportivo da marca para viagem

A versão Tourer da Kawasaki Ninja 1000 vem com malas e outros itens adicionais


Imagem de Capa
A Kawasaki Ninja 1000 Tourer debaixo de chuva: motocicleta se mostrou uma boa opção para longas viagens
Divulgação/Kawasaki
A Kawasaki Ninja 1000 Tourer debaixo de chuva: motocicleta se mostrou uma boa opção para longas viagens

A Kawasaki está atualizando praticamente toda a sua linha de motocicletas, e muitas das novidades estão chegando até nós. Assim como as naked, que estão revitalizando a tradicional família Z, as famosas Kawasaki Ninja também estão sendo renovadas em suas versões 2018. Essas motocicletas começaram a ser apresentadas no fim do ano passado, nos salões europeus. Agora é a vez da Kawasaki Ninja 1000.

LEIA MAIS: Kawasaki Z800 vai bem em qualquer situação: pista, cidade ou estrada

A Kawasaki Ninja 1000 continua fazer uso do nome Ninja, um dos mais fortes existentes na indústria mundial de motocicletas, surgiu em 1984, com a Kawasaki GPz 900R, e ficou ainda mais forte com sua participação, em 1986, do filme Top Gun, com Tom Cruise. Nessa mesma época, no Brasil esse nome era reverenciado com a GPz 1000R, superbike que entrava no país de forma irregular, devido à ainda proibida importação de motocicletas.

Atualmente a família Kawasaki Ninja, que é identificada pela carenagem integral, é constituída pelos dois modelos de entrada, as bicilíndricas 300 e 650, pela Ninja 1000, que agora surge renovada nas versões Standard e Tourer, e pelas superbikes ZX-10R, ZX-10RR, H2, H2 Carbon e a exclusivíssima H2R.

A Kawasaki Ninja 1000, que na Europa e em alguns outros mercados é conhecida por Z1000SX, é uma motocicleta de turismo, apropriada para longas viagens. É por isso que tem uma posição mais confortável para piloto e garupa, diferentemente das superbikes ZX-10, que têm uma pegada totalmente racing.

LEIA MAIS:  A vingança da Kawasaki Versys 1000. Veja a opinião de Gabriel Marazzi

A Kawasaki Ninja 1000 Tourer tem alguns itens adicionais em relação a Standard, como as malas laterais, a bolha frontal na cor fumê, protetores de motor, tanque e joelhos, um par de sliders e uma tomada 12 volts no painel de instrumentos. A Ninja 1000 Tourer tem a exclusiva cor verde e a Standard apenas a cor preta com detalhes cinza.

O motor de quatro cilindros da Kawasaki Ninja 1000 tem cilindrada de 1.043 cm3 e potência de 142 cv, com torque de 11,3 kgfm. As maiores alterações em relação à Ninja 1000 de 2015, que foi a última versão comercializada no Brasil, são, em sua maioria, na parte eletrônica, com a adoção de alguns sistemas de segurança, como o KIBS (Kawasaki Intelligent anti-lock Brake System) e o KCMF (Kawasaki Cornering Manegement Function). O controle de tração tem quatro posições eletrônicas de entrega de potência e gerenciamento do motor. A única novidade mecânica da Ninja 1000 2018 mecânica é a embreagem deslizante, que impede o travamento da roda traseira em reduções bruscas de marchas.

Visualmente, as alterações da Ninja 1000 2018 são uma carenagem levemente diferente, bancos de maior altura em relação ao solo, faróis de leds, piscas embutidos e um novo painel de instrumentos.

Boa para viajar

A avaliação da nova Kawasaki Ninja 1000 foi feita em estradas, sob forte chuva. É claro que o maior prazer oferecido por uma boa motocicleta de turismo acontece em belos dias secos e de sol, mas a experiência foi válida para conhecer melhor as virtudes dessa motocicleta, que se propõe a ser a melhor tourer do mercado. Em uma longa viagem, dias como esse podem acontecer sem maiores avisos. O equipamento pessoal oferecido pela Kawasaki também se mostrou adequado para esse dia, nenhuma gota de água penetrou no macacão de chuva.

A suavidade e a potência do motor da Ninja 1000 estão bem dosados, de forma que uma longa viagem pode ser feita com prazer, segurança e conforto, em quaisquer condições meteorológicas.

LEIA MAIS: Yamaha MT-09: duas versões para quem gosta de adrenalina. Saiba mais detalhes

A nova Kawasaki Ninja 650 também foi mostrada nesse dia, recebendo as mesmas melhorias da Z650 apresentada aqui há um mês. O novo quadro com amortecedor traseiro central, substituindo o amortecedor lateral, é uma das novidades.

A Kawasaki Ninja 1000 tem preço de R$ 56.990, na versão standard e na cor preta. A Ninja 1000 Tourer, verde e com as malas laterais, custa R$ 59.990. A Kawasaki Ninja 650 preta custa R$ 33.990 e a verde (Lime Green), com grafismo Special Edition, custa R$ 34.990. As novas Ninja estarão disponíveis a partir de julho.



Fonte: IG Carros

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Voce gostaria que a MT-130 até Paranatinga fosse privatizada?
Sim
Não
Tanto faz