APROSOJA /

Sexta-feira, 13 de Abril de 2018, 09h:31

A | A | A

Assembleia da Aprosoja decide entrar na Justiça contra o Fethab 2

Logística Assembleia da Aprosoja decide entrar na Justiça contra o Fethab 2 Decisão foi tomada pelos produtores associados de forma unânime na...


Imagem de Capa

Logística

Assembleia da Aprosoja decide entrar na Justiça contra o Fethab 2

Decisão foi tomada pelos produtores associados de forma unânime na quarta-feira (11)

Ascom Aprosoja

13/04/2018

Os produtores associados da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) decidiram entrar na Justiça contra o Governo de Mato Grosso por desvio de finalidade na aplicação dos recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação, mais especificamente contra o Fethab 2. 
 
A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária na última quarta-feira (11) e é unânime. Participaram da discussão associados de todas as regiões de Mato Grosso. De acordo com o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, a medida é necessária pelo descaso que vem acontecendo na aplicação dos recursos do fundo.
 
“No ano passado, na posse da nossa diretoria, o governador Pedro Taques prometeu que uma conta específica para o Fethab 2 seria criada. Isso foi possível graças às nossas reivindicações. De fato, a conta foi criada, mas até o momento não recebemos resposta da aplicação desse fundo para as obras de infraestrutura de Mato Grosso”, relembra Galvan. 
 
O presidente também reforça que no dia 06 de março deste ano, um ofício assinado pelo Fórum Agro Mato Grosso, foi enviado ao governador Pedro Taques, solicitando o depósito do Fethab 2 na conta específica retroativamente a 1º de janeiro, bem com a disponibilização da movimentação financeira semanalmente para as entidades. 
 
O Fórum Agro MT é uma entidade composta pela Aprosoja, Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Associação Mato-grossense Produtores de Algodão (Ampa), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação dos Criadores de Suíno de Mato Grosso (Acrismat) e Associação dos Produtores de Mato Grosso (Aprosmat). 
 
“Até o momento, o governador não respondeu o ofício e já se passou um mês. Além disso, há algum tempo não são convocadas reuniões do Conselho Diretor do Fethab, que é onde deveriam ser esclarecidos os gastos relacionados e, conforme a legislação estadual, definida a aplicação dos recursos do fundo”, completa Galvan. 
 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!