CIDADE /

Quinta-feira, 21 de Junho de 2018, 10h:13

A | A | A

Incêndio na Estação da Luz gera reclamações de moradores quando ao mato alto e terrenos baldios

Moradores entraram em contato com a redação e cobraram providencias da prefeitura.


Paulo Pietro
Imagem de Capa
Paulo Pietro

Devido ao incêndio ocorrido na área verde que separa a plantação das primeiras residências da área urbana da cidade no Bairro Estação da Luz, muitas reclamações de moradores do local chegaram ao Diário.

 

O fogo não chegou a atingir a plantação, mas incomodou bastante os moradores dos bairros próximos, alguns focos se estenderam madrugada adentro, trazendo a sensação nesta manhã de que as casas estavam defumadas, tão forte era o cheiro no local.

 

A principal reclamação dos moradores da região é quanto à limpeza dos terrenos baldios no Bairro Estação da Luz, um dos moradores que entrou em contato com nossa reportagem, revelou que “tivemos sorte que o vento não deixou o fogo vir para este lado, pois se acontecesse estaríamos em uma situação complicada. Além desse mato que tem ai na frente, muitos terrenos baldios estão com mato alto e ninguém se manifesta, uma vez eu mesmo cortei, mas não posso ficar fazendo sempre, se os donos não cuidam a prefeitura tem que fazer alguma coisa, multar.”

 

Quanto à situação dos terrenos baldios, que não estão tendo os cuidados necessários, entramos em contato com a fiscalização da Secretaria de Fazenda do Município (SEFAZ), que atualmente é responsável por realizar esse trabalho. O fiscal da SEFAZ Giovano Barbieri, explicou que realmente esse problema está acontecendo devido a alguns fatores, um deles seria que a empresa terceirizada que realiza esse trabalho de limpeza a mando da prefeitura terminou seu contrato há dois meses, somente agora conseguiram realizar um novo contrato devido aos tramites burocráticos. O outro fator seria também a grande demanda de trabalhos para fiscalização, que tem poucos funcionários.  Giovano disse que ainda esse mês novos fiscais serão chamados do ultimo concurso, para tentar amenizar essa carga. Além de terrenos os fiscais da SEFAZ tem diversas outras situações para fiscalizar.

 

Quando a reclamação chega na ouvidoria os fiscais vão até o local verificam a situação, enviam uma notificação para o proprietário do terreno, que tem um prazo para tomar providências, se ele não realiza a limpeza eles pedem para equipe responsável realizar o trabalho e enviam a multa para o proprietário do terreno. Giovano ainda explicou que as reclamações da ouvidoria tem prioridade para serem resolvidas.

 

O fiscal disse que ainda está semana vai se reunir com os responsáveis da pasta para tentar arrumar uma solução para os moradores do Bairro Estação da Luz.

 

Quanto ao incêndio, aconteceu em uma área que segundo os responsáveis foi impedida de se plantar devido uma exigência do Ministério Público. Já que a plantação utiliza agrotóxicos, que muitas vezes podem ser nocivos a exposição direta. A área funciona como um cinturão verde, para não permitir que a plantação chegue muito próximo as residências.

 

Ontem quando nossa reportagem esteve no local, o proprietário do terreno Otávio Eckert também estava presente para observar o que poderia ser feito para minimizar os danos. Otávio explicou que no local tentará implementar um cultura que não utilize agrotóxicos, também para evitar novos incêndios, já que o mato na região realmente estava muito alto.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.