CIDADE /

Terça-feira, 09 de Outubro de 2018, 10h:27

A | A | A

Exposição de fotos no Mirante da Praça João Paulo II retrata devoção da população pantaneira

A entrada é gratuita e a mostra ficará exposta até o dia 5 de novembro, com horário de visitação das 16h00 às 22h00.


Mário Friedlander
Imagem de Capa
ASSESSORIA

Resultado de um trabalho desenvolvido pelo fotógrafo paulista radicado em Chapada dos Guimarães há quase 40 anos, Mário Friedlander, a Exposição Fotográfica “Santos Pantaneiros” será aberta à população de Campo Verde nesta sexta-feira (5), as 16h00. A entrada é gratuita e a mostra ficará exposta até o dia 5 de novembro no mirante da Praça João Paulo II, com horário de visitação das 16h00 às 22h00.

A Exposição traz um registro artístico das manifestações religiosas do povo pantaneiro, especialmente dos moradores de Poconé. Com seu olhar sensível Friedlander, que é um dos mais renomados fotógrafos de natureza e documentarista de Mato Grosso, mostra, através de belas imagens, as festas de santos tradicionais, traduzindo, através do seu trabalho, a cultura e a religiosidade popular dos moradores da planície pantaneira.

Visitar a exposição, que tem apoio institucional do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estada de Cultura, através do edital Circular MT, é viajar pelo universo religioso de um povo que tem na fé sua maior esperança de vida e que busca na religiosidade, alimentada há séculos, a paz e a harmonia para viver. E sobreviver.

Formada por 100 fotos, bandeiras e um altar, a mostra traduz a devoção e a crença tradicional que, mesmo nos dias atuais, ainda podem ser encontradas em toda a região pantaneira. Revela também a influência da escravidão na fé de um povo sofrido e castigado por mais de três séculos de servidão e que só tinha como esperança, a fuga arriscada ou a busca pelo conforto espiritual nas manifestações religiosas, fossem elas dos “senhores” ou das irmandades.

“Esse é o cenário em que tento transitar, branco europeu que sou, estrangeiro assumido, que por algum motivo oculto me encanto com os fragmentos que ainda encontro e às vezes recolho pelos interiores de Mato Grosso”, diz Mário Friedlander. “A Exposição “Santos Pantaneiros” é a oportunidade de compartilhar com outros o pouco do que vi e ouvi e também de prestar minha pública homenagem aos festeiros e devotos que muito se esforçam em manter vivas certas tradições”, completa.

Além da Exposição Fotográfica, que tem curadoria de Bené Fonteles, um catálogo com 36 fotos e um bem elaborado texto explicativo foi impresso para ser distribuído entre os visitantes da mostra. Entre as manifestações religiosas retratadas na exposição e no catálogo estão as festas de São Benedito, de Livramento e Poconé; as de São João e São Gonçalo e a cavalhada também de Poconé, entre outras.

“Santos Pantaneiros” já passou por Cuiabá, onde foi montada no Museu da Imagem e do Som e, depois de Campo Verde, segue para Primavera do Leste. Em Campo Verde, a realização da Exposição tem o apoio da Prefeitura do Município, através das Secretarias de Indústria, Comércio e Turismo, e de Educação e Cultura.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Campo Verde

HMCJ comemora aquisição de R$ 60 mil em mobiliário

Na cerimônia de entrega, as autoridades locais falaram sobre mais esse investimento na saúde do município

Câmara se prepara para novas eleições

Vereador Cabo Solivan, realiza protocolo com oficio que confirma sua intenção de se tornar o novo presidente da casa para próximo biênio.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.