Evolução /

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2018, 09h:17

A | A | A

Delegado que estava em Campo Verde participa de projeto de mudança do inquérito policial para o digital

Uma comissão foi formada para dar início ao projeto de viabilização do Inquérito Policial Eletrônico, que deverá integrar a base dados entre a Polícia Civil e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso.


ASSESSORIA PJC
Imagem de Capa
ASSESSORIA PJC

A formalização do inquérito policial, hoje em papel, para o meio digital e sua tramitação eletrônica junto ao Poder Judiciário, começa a ser planejada pela Polícia Judiciária Civil para implantação em curto prazo. Uma comissão foi formada para dar início ao projeto de viabilização do Inquérito Policial Eletrônico, que deverá integrar a base dados entre a Polícia Civil e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Atualmente, o inquérito policial é confeccionado no Sistema Geia da Polícia Civil, módulo Cartorium (programa de controle cartorário das delegacias de polícia), que já faz 80% de todo os procedimentos, desde a elaboração das peças ao controle das tramitações feitas por meio físico ao Judiciário.

Esse sistema deverá ser migrado para o inquérito policial eletrônico, que precisará estar integrado ao Processo Judicial Eletrônico (PJe) do Poder Judiciário, para que todo o processo, desde a elaboração na delegacia ao envio ao Judiciário, seja por meio digital.

Nesta semana, o presidente da Comissão, delegado Mário Dermeval Aravéchia de Resende, que é diretor de Execução Estratégica da Polícia Civil, acompanhado do delegado Joaquim Leitão Junior e do escrivão Ricardo Rodrigues Barcelar, ambos membros da comissão, conheceram o Inquérito Policial Eletrônico da Polícia Civil de São Paulo.

No Estado de São Paulo, o inquérito eletrônico ou inquérito digital, como também é chamado, já está implantado em várias delegacias e o encaminhamento ao Poder Judiciário é feito eletronicamente, via internet.

Os delegados de Mato Grosso e o escrivão e analista de sistemas, Ricardo Barcelar, foram recepcionados pelo delegado Luiz Fernando Zambrana Ortiz, responsável pela Divisão de Tecnologia de Informações de São Paulo e pelo delegado, Raphael Zanon.

A visita dos policiais civis mato-grossenses objetivou conhecer a tecnologia utilizada pela Polícia Civil de São Paulo, que desde o ano de 2015 vem trabalhando na implantação do inquérito eletrônico, e entender a relação com o Tribunal de Justiça, para aplicar as práticas no inquérito digital de SP em Mato Grosso.

O diretor de Execução Estratégica, Mário Resende, disse que o processo é um caminho sem volta, que irá impactar em toda a Polícia Civil, em termos de economia em papeis, celeridade no processo de instauração e conclusão e encaminhamento ao Poder Judiciário, que passará ser eletrônico, passado do físico para o online.

“O inquérito digital é uma necessidade imprescindível que vai impactar não somente na área fim, mas em toda a Polícia Civil”, disse.

Comissão

A Portaria nº 133/2018/DGPJC/EXT, de 4 de outubro de 2018, que instituiu a comissão de elaboração do projeto de viabilização e implantação do Inquérito Policial Eletrônico, no âmbito da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, é presidida pelo delegado Mário  Mário Dermeval Aravéchia de Resende, e composta pelos policiais civis: Bruno Lima Barcellos (delegado), Cláudio Alvares Sant’ana (delegado), Joaquim Leitão Júnior (delegado), Ricardo  Rodrigues Barcelar (escrivão), Fábio Arruda Goes Ferreira (investigador), Leuza Maria Batista Menezes (analista de desenvolvimento econômico social), Moacir Rodrigues de Menezes (investigador), Thaiza Kiromi Miyakawa Pinheiro (investigador), Marivaldo France de Lara Sales (investigador).

O projeto elaborado pela comissão será apresentado ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Campo Verde

HMCJ comemora aquisição de R$ 60 mil em mobiliário

Na cerimônia de entrega, as autoridades locais falaram sobre mais esse investimento na saúde do município

Câmara se prepara para novas eleições

Vereador Cabo Solivan, realiza protocolo com oficio que confirma sua intenção de se tornar o novo presidente da casa para próximo biênio.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.